LNF 2021 terá 23 equipes na busca pelo título

As novidades são o Marechal, do Paraná, e o Juventude, do Mato Grosso do Sul

Em assembleia virtual realizada nesta quinta-feira, a LNF reuniu dirigentes de todos os clubes e franqueados para definir a edição de 2021 da maior competição de futsal do Brasil. Nesta temporada haverá dois novos nomes, que se juntam aos 21 do ano passado, na busca pelo título: da região centro-oeste do país, o Juventude, de Dourados-MS, e o Marechal, de Marechal Cândido Rondon, interior do Paraná, estado que agora soma sete equipes participantes da competição.

O cenário da pandemia do coronavírus, que obrigou a edição de 2020 ter alterada a fórmula tradicional de disputa da LNF, irá se repetir esse ano. Tal decisão foi aprovada pelos clubes, que assim serão novamente divididos em três grupos. Além de respeitar o momento pelo qual estamos passando, com dificuldades em todos os setores, ainda com distanciamento social e protocolos de segurança ligados à saúde, a medida indica a tentativa de redução de custos para os clubes a partir da redução de jogos e deslocamentos.

Publicidade

Duas chaves terão oito equipes e uma terá sete. Todos jogarão em turno e returno e farão 14 rodadas. A eliminatória nos playoffs mantém o sistema da temporada passada. Classificam-se os cinco melhores de cada grupo, mais o melhor terceiro. O critério para a divisão das chaves irá respeitar a colocação do time na primeira fase da LNF 2020. Ao todo, na competição, serão 184 jogos e a certeza de muita emoção e gols por todas as quadras do país.

A LNF 2021 começará no final de março e o término está previsto para a primeira semana de dezembro. As datas, bem como a tabela de jogos, serão divulgadas em breve. O Jogo dos Craques deverá ocorrer em outubro, ao final da 1ª fase, em local também a ser definido.

Além das novidades do Marechal e Juventude, o Brasília permanece como convidado da LNF e a Intelli passará a jogar na cidade de Santo André. Depois do Paraná com sete representantes, seguem Santa Catarina com cinco e São Paulo com quatro. O Rio Grande do Sul, da maior campeã da história da competição, a ACBF, com cinco títulos, continua com três integrantes. Minas Gerais encerra o mapa do campeonato com seus dois representantes.

Confira abaixo os 23 times que lutarão pelo título da LNF. O atual campeão é o Magnus, de Sorocaba.

ACBF – Assoeva – Atlântico – Blumenau – Brasília – Campo Mourão – Cascavel – Corinthians – Foz Cataratas – Santo André Intelli – Jaraguá – Joaçaba – Joinville – Juventude – Magnus – Marechal – Marreco – Minas – Pato – Praia Clube – São José – Tubarão – Umuarama

GRUPOS:

Grupo A: Magnus/SP (1º), Corinthians/SP (6º), Umuarama (7º), São José dos Campos/SP (12º), Joaçaba/SC (13º), Intelli/SP (18º) e Jaraguá/SC (19º).

Grupo B: Joinville/SC (2º), Carlos Barbosa/RS (5º), Cascavel (8º), Atlântico/RS (11º), Assoeva/RS (14º), Marreco (17º), Blumenau/SC (20º) e Juventude de Dourados/MS.

Grupo C : Tubarão/SC (3º), Pato (4º), Praia Clube/MG (9º), Minas Tênis/MG (10º), Campo Mourão (15º), Foz Cataratas (16º), Brasília/DF (21º) e Marechal

Por: Assessoria LNF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui